/// BIRDS IN BAGS


Tudo começou com um melro. Não um melro comum, daqueles pretos de bico amarelo que nos habituámos a ver nos nossos jardins. Aquele era um melro metalizado, com penas que mudavam de cor consoante a luz. Era majestoso. O meu pai foi aumentando a colecção: um papagaio macho, depois uma fêmea, alguns piriquitos e um canário, entre outros de nomes incomuns dos quais já não me lembro. Até eu tive direito a um casal de bicos de lacre, embora o que queria mesmo era ter uma arara azul, ou um flamingo. A minha mãe eventualmente compensou-me com um pinguim, mas de peluche, ao qual cosemos uma crista feitas de fios de lã. Aquela colecção não era igual a tantas outras que o meu pai fazia. Aquela era viva, uns nasciam, outros acabavam por morrer. Uns ficavam anos na nossa companhia, outros escapuliam-se das gaiolas e tentavam a sua sorte por entre as árvores de fruto dos jardins vizinhos. Era um misto de fascínio por aqueles seres que não se deixavam dominar e de medo de levar umas valentes bicadas quando me calhava a mim dar-lhes de comer.

A colecção teve o seu fim e a verdade é que com o tempo deixei de gostar dela. Não porque não gostasse de os ter connosco, mas porque me comecei a aperceber da violência que alguns deles não podiam deixar de sentir ali enjaulados, sem poder mostrar-se graciosamente em piruetas artísticas. Aquela era uma vida condenada. Mas o meu fascínio por pássaros, esse nunca acabou.

/// BIRDS IN BAGS nasceu assim mesmo, como uma ideia do passado que, assumindo cada vez mais forma, se acabou por transformar numa colecção de imagens impressas em simples sacos de pano. Imagens que os deixam voar, que nos mostram a sua fragilidade, mas também a sua beleza. A casa dos pássaros e o pássaro morto são apenas duas dessas imagens. As primeiras e, espero eu, não as últimas.

P.S. - Os sacos fazem parte de uma série de 50 que produzi e que coloco agora à venda no /// NAF shopping, por 8 €. Para mais e mais úteis informações, vejam aqui.

Fotografias de TTC, modificas. Todos os direitos reservados.


1 comentário:

Juno disse...

Os estampados são mesmo interessantes! Gosto especialmente da árvore...faz-me sentir algo muito visceral acerca da mala! :) O que é bom!

Kisses
ArtisticByFashion